quinta-feira, 9 de abril de 2009

quarta feira


enquanto minha pele vai se rompendo, no mormaço tardio de uma quarta feira, o sol que não é sol que só reflete nos prédios envidraçados e queima meus olhos quando olho pro alto, enquanto as pessoas passam milhares de vezes com seus óculos estúpidos e seus objetivos, visão de túnel, toda aquela coisa. Fumaça, semáforos, parques, poeira, enxaqueca, pessoas ruivas, bailarinas.
Eu, com meus óculos estúpidos e um imenso e pesado ponto de interrogação espetado na cabeça, tentando fugir de uma rotina sem escapatória, que me segue até nas próprias fugas da rotina. A vida segue incontrolável, e tudo que se pode fazer é observar atônito as coisas acontecendo em fast-foward. O tempo passa rápido, os dias se arrastam. O filme em loop, repete e repete, cada vez mais rápido e cada vez com menos sentido. No final das contas não sabemos mais quem é o protagonista, onde fica o final feliz, e onde estão os ganchos do roteiro. Olho pra calçada e imagino Chaplin girando no meio das engrenagens da revolução industrial. O filme gasto girando numa rotação maior para dar o tom cômico, a trilha sonora arranhada chiando o tempo todo, e de repente tudo volta num rewind para a calçada. E reparo que não não existe nenhuma diferença entre aquilo, e a cidade.
Penso no que dizer, no que não dizer, que passo dar, para onde ir, onde sentar, se devo ir, se devo ficar, inssistir, desistir, deixar de ligar, ligar. Desligar.
Tanto faz.
As coisas acontecem idependentemente de você. Sempre aconteceram, bem antes de estarmos aqui. Você se pergunta quem é o protagonista. Onde fica o final feliz. Quando começa, quando termina... e você se acostuma a observar atônito as coisas acontecendo em fast-foward.

7 comentários:

Natalia Esteves disse...

escreve bem, desenha bem!

Thalita Covre disse...

Ouvi isso na voz do Edward Norton.

martiness disse...

sensacional esse post, cara. muito bom mesmo. talvez o melhor.

mas arruma lá, cara: *insistir e *independentemente.

Muka disse...

curti :D
ei PC
vc lê o blog do Amer? :D

Fernando disse...

Phodz Pc!
Tú é o cara...

Virginia Reinert disse...

Li todos e achei muito bons, a maneira em que se expressa e a dedicação de cada palavra, andei vendo seus vídeos e acho quem em se tratando dos dois seu grande talento é escrever e transpõr seus sentimentos nas palavras

Super Escritor disse...

Escreva muito mais, adoro seus textos.