quinta-feira, 19 de março de 2009

o nó na garganta
fica etéreo
no acidente aéreo.

3 comentários:

Chrystal Méndez disse...

goiânia

Copat disse...

Parece um haikai ao contrário

Tamira Rietveld de Oliveira disse...

Essa imagem que você criou é muito boa, de verdade!

Gostei das poesias, você continua escrevendo?